Jesus o sumo sacerdote

💬
Reflexão
Jesus, o sumo sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque

O termo “ordem” citado pelo escritor aos Hebreus, pode se considerar no sentido de que Cristo seja o sacerdote oficial, ou sumo sacerdote, o qual este posto era estabelecido por Deus, que passou a ser instituído desde a saída de Israel do Egito, o qual o primeiro foi Arão, irmão de Moisés, seguido de seus filhos, entre outros como Samuel, Zadoque. Sendo que então, ficou estabelecido esse ofício cerimonial dentro da crença e espiritualidade dos judeus.

Já Melquisedeque, foi um sacerdote antes de ser instituída a cerimonialidade judaica, porém foi um sumo sacerdote anônimo, o qual remete a obediência as ordenanças e preceitos divinos antes de ser instituída no êxodo, onde Cristo foi gerado a partir da obediência e fé. partindo de Abraão até chegar em Arão, os quais foram chamados por Deus (Hb 5:4), o que resultou em justiça como foi no princípio. (ver o contexto de Hebreus cap. 5)

O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia. Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu. E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem. Hebreus 5:7-9

Concluindo assim, esta ordem, está ligada a intercessão de um homem pelo povo, em consideração a essa justiça daquele que recebeu dízimo dos despojos de Abraão, segundo a lei carnal, e sendo Cristo sumo sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque, é ele então o mediador entre Deus e os homens, segundo uma lei espiritual. (ver o contexto de Hebreus cap. 7)

…e muito mais manifesto é ainda, se à semelhança de Melquisedeque se levantar outro sacerdote, que não foi feito segundo a lei do mandamento carnal, mas segundo a virtude da vida incorruptível. Hebreus 7:15,16

Reflita!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *